Saiba tudo sobre a alimentação do Bulldog Francês

A alimentação desta raça é uma das maiores preocupações que temos relativamente aos nossos amigos de quatro patas. Todas as raças têm necessidades nutritivas diferentes e específicas, por isso, quando temos um novo companheiro, devemos estudar a fundo as suas características para lhe podermos dar o que ele precisa, contribuindo, assim, para o aumento da sua qualidade de vida.

Mas qual é a melhor alimentação para o Bulldog Francês?

A alimentação dos Frenchies deve ser calculada de acordo com a sua grande sensibilidade digestiva e cutânea, os problemas respiratórios que pode desenvolver devido à sua morfologia especial de cabeça braquicéfala, que dificulta a entrada do ar pelas vias respiratórias, e, ainda, a fragilidade das suas articulações, sendo as mesmas pequenas e magras para o tamanho e o peso deste cão.

Assim, a alimentação do Frenchie, tem de conter nutrientes que ajudem a combater estas fragilidades. Esta alimentação pode ser obtida de um modo artificial (comprada) ou natural (confecionada por si). Em ambos os casos, é possível encontrar a alimentação ideal para o seu amigo.

Por um lado, a alimentação artificial permite-lhe poupar imenso tempo de pesquisa e na própria confeção das rações diárias, por outro, a alimentação natural permite-lhe eliminar corantes, conservantes, palatabilizantes (gostos artificiais) e muitos outros produtos industrializados da dieta do seu cão.

gamela de ração e biscoitos

Contudo, para administrar uma alimentação natural de qualidade e completa ao seu Frenchie deve estar muito bem informado sobre o seu organismo e sobre as suas necessidades, caso contrário pode estar a prejudicar mais o seu animal do que a ajudá-lo. Ao nível da ração artificial para os Bulldog, existem, no mercado, opções muito boas e completas a um nível nutricional, como as rações Premium e Super Premium, que são nutricionalmente balanceadas e que acompanham as várias fases da vida do cão.

A característica mais importante da melhor ração para o seu cão é a idade. Os Bulldog franceses jovens têm necessidades bem diferentes dos adultos. Para os jovens, ou seja, entre os 2 e os 12 meses, é necessária uma ração específica que cubra todas as suas exigências nutricionais e que garanta um crescimento correto. Até os 12 meses, a quantidade de ração dos Frenchie deve variar entre os 95 e os 120 gramas por dia. Neste período, deve sempre comprar ração específica para juniores.
A partir de um ano de idade, o seu companheiro já é considerado adulto e aí deve mudar a ração de júnior para a de adulto. Nesta fase, a quantidade da ração deve variar entra os 105 e os 160 gramas por dia. 

prato de alimentacão natural

Devido ao antropomorfismo em que são educadas, as pessoas tendem a considerar que as necessidades do seu animal de estimação são idênticas às suas, entendendo, assim, que o mais saudável será comer pequenas porções de comida várias vezes ao dia.

Contudo, e apesar de ver o seu cão como um membro da família, o seu Bulldog tem necessidades muito diferentes das suas. Pode até considerar que lhe deve ir dando pequenos snacks ao longo do dia, mas a verdade é que se for gradualmente diminuindo a quantidade de petiscos ao longo do dia, o seu Bulldog vai sentir cada vez menos a falta deles e ficará ainda mais saudável.

Dito isto, a frequência recomendada por especialistas para alimentar o seu Bulldog Francês é de três vezes por dia, enquanto cachorrinho, e de apenas duas vezes, enquanto adulto, sendo que deve repartir as quantidades indicadas acima por cada momento em que for alimentar o seu amigo.

Por norma, os Frenchie têm um bom apetite e não costumam dar problemas na hora da refeição. O complicado, muitas vezes, é mesmo negar-lhes uma maior quantidade de alimento, mas deve lembrar-se que está a fazer tudo para o bem-estar e saúde dele. Há até quem defenda, com resultados bastante satisfatórios, que o Bulldog pode ser alimentado apenas uma vez por dia.

diferentes tamanos de ração em duas gamelas

Se o seu animal conseguir comer tranquilamente após passar algumas horas em jejum, sem ficar demasiado agitado, pode experimentar também dar-lhe a ração diária de uma só vez. Este método, além de ser mais prático para si, traz algumas vantagens para o Frenchie. Isto porque o jejum intermitente é uma forma de estimular uma melhor eficiência na produção de energia do animal. 

Se, mesmo após ter em conta estas recomendações, se sentir inseguro e com medo de que o modo como está a alimentar o seu companheiro não seja o ideal, pode sempre estudar alguns aspetos chave da sua saúde, como o peso, a pele e a energia/ânimo.

O peso ideal para estes cães varia ente os 8 Kg e 14 Kg enquanto adultos, isto tanto para os machos como para as fêmeas. Se o seu animal se encontrar acima ou abaixo deste peso, provavelmente a sua alimentação é incorreta.

Se a pele do seu animal estiver com sinais de dermatite atópica (coceira e pele avermelhada ou quebradiça), que é uma doença com grande predisposição genética na raça, ou se verificar que o seu Bulldog já não tem a energia que tão bem caracteriza os Bulldog franceses, então é porque algo não está certo e deve tentar perceber se a alimentação tem sido, de facto, a ideal.