Saiba qual é a melhor ração para Bulldog Francês

Hoje em dia existem tantas opções de ração, tanta publicidade, tantas opiniões e informações díspares, que se torna muito complicado distinguir o que é, de facto, uma boa escolha para a alimentação do seu cão. Mas não desespere, para as necessidades específicas do Bulldog Francês, vai saber qual melhor ração depois de ler este artigo e saberá identificar nas suas compras. Como já deve saber, o Bulldog Francês é um animal muito frágil, com necessidades nutricionais muito específicas, contudo, se for bem alimentado, ele pode ter uma excelente e longa vida.

Mas qual é afinal a melhor ração para o Frenchie? Existem várias rações de qualidade, importa que saiba reconhecer as necessidades específicas do seu amigo de quatro patas e ir adaptando a sua ração consoante as várias fases da vida dele.

Contudo, existe um conjunto de características que todas as rações que escolha para o Bulldog Francês devem cumprir:

  • Conter proteínas de alta digestibilidade

Algumas proteínas presentes nas rações facilitam a digestão e ajudam a reduzir os odores. As vísceras e as carnes são em geral as melhores fontes destas proteínas, uma vez que são facilmente digeríveis pelo seu Frenchie e têm uma proporção ótima dos aminoácidos desejados. Quando estiver a escolher a melhor ração, procure uma que tenha no seu rótulo ingredientes como frango, cordeiro, peixe ou ovos, por exemplo.

  • Ser grain free, ou seja, sem grãos

Esta característica está intimamente relacionada com a anterior. Os grãos e seus subprodutos não são bem digeridos pelos cães e são responsáveis por desencadear problemas digestivos e alergias. Muitas vezes, as rações industrializadas que contêm milho, soja ou trigo são as mais baratas, mas não são, de todo, uma boa opção para o seu companheiro.

racao Bulldog Frances

  • Ter vitaminas que ajudem ao bom funcionamento do seu sistema cardiorrespiratório

Certas vitaminas, como a vitamina C e a vitamina E contribuem para reforçar o sistema cardiorrespiratório do seu gordo e reduzem o stress oxidativo. Por isso, quando encontrar uma ração que contenha estas vitaminas, fique alerta, pois é possível que seja uma boa opção.

  • Conter ácidos gordos

Para a manutenção da camada cutânea do seu Bulldog é necessária uma ração com ácidos gordos essenciais, como, por exemplo, ómega 3 e 6, colagénio hidrolisado, biotina e zinco.

  • Não ser gordurosa

O Bulldog Francês é um cão com uma grande propensão à obesidade, por isso nunca deve escolher uma ração que contenha alimentos gordurosos como carne gorda, por exemplo.

 

Se a ração que está a analisar cumprir com estes requisitos, é sinal que está na presença de uma ração adequada às necessidades do seu Frenchie. Alguns exemplos de marcas rações que têm produtos com estas características são a Naturea, que é uma marca portuguesa, a Taste of the Wild, a Alpha Spirit, a Acana ou a True Instinct. Mas estes são apenas exemplos, de certo que existem muitas outras boas opções de ração para o seu amigo de quatro patas, tudo o que tem de fazer é estudar muito bem os rótulos à luz das características mencionadas acima e então aí fazer a escolha mais consciente.

Mas além de cumprirem estes requisitos, não se pode esquecer de que as melhores rações são aquelas que são desenhadas para a faixa etária em que o seu Bulldog Francês se encontra. O seu patudo só é considerado adulto quando atinge 1 ano de idade. Portanto, antes dessa idade ele deve sempre alimentar-se com ração júnior, de modo a garantir um crescimento saudável e normal.

Existe alguma alimentação para evitar as recorrentes alergias nos Bulldog?

Antes de mais, convém você entender que nem todas as alergias do seu Frenchie podem ser controladas através da sua alimentação. Contudo, quando administrada uma alimentação de qualidade, é garantido que a saúde geral do seu gordo será maior e, por isso, embora não seja impossível ele contrair uma alergia, a probabilidade de isso acontecer será menor. É fundamental, então, que saiba distinguir o tipo de alergias das quais o seu animal pode sofrer: dermatite atópica, alergias inalantes, alergias bacterianas, alergias de contacto e, por último, alergias alimentares. Os Frenchie têm uma grande predisposição genética para sofrerem destas alergias, por isso todo o cuidado é pouco.

Em relação às alergias alimentares deve verificar se o seu animal apresenta algum destes sintomas:

  • Coçar a pele, arranhando os ouvidos, lambendo e mordendo as patas;
  • Tosse;
  • Diarreia ou flatulência;
  • Espirros;
  • Convulsões;
  • Engasgos;
  • Inflamação dos ouvidos.

melhor ração para Bulldog Francês

Estes sintomas podem ser sinal de que a alimentação que lhe tem dado não é a melhor, pelo menos para ele. Na causa da rejeição da ração, podem estar intolerâncias alimentares. Algumas intolerâncias alimentares comuns são a produtos com soja, trigo, milho, carne bovina, carne de porco, frango, leite, ovos, peixe, soro de leite, conservantes químicos, aditivos, aromatizantes artificiais e açúcares encontrados em muitos alimentos processados. Após perceber que o seu Frenchie teve uma alergia alimentar, é fundamental que peça ajuda ao seu veterinário para conseguir identificar qual o alimento que causou a sua indisposição, uma vez que pode demorar demasiado tempo tentar descobrir por tentativa e erro. E, nestes casos, o que você quer é perceber qual é o alimento que tem de retirar da alimentação do seu amigo para que ele fique saudável o mais rápido possível.

 

ebook guia do bulldog frances

E se o seu gordo simplesmente não gostar de ração artificial?

O seu Frenchie não tem qualquer tipo de intolerância, mas, mesmo sem mostrar sinais de estar doente, ele parece simplesmente não gostar daquela ração que você comprou com todo o carinho e dedicação? Sim, isto pode acontecer, mesmo quando a ração que você comprou é a mais adequada para as necessidades biológicas dele. Há cães que não apreciam as rações artificiais, não gostam do seu sabor nem da sua textura. Nestas situações, pode sempre experimentar outras rações com igual valor nutricional ou, caso consiga investir um pouco mais de tempo no seu amigo, pode apostar na alimentação natural.

Apesar de não ser tão cómoda para si, já que não é tão simples de transportar nem tão rápida de preparar, a alimentação natural pode trazer vários benefícios ao seu gordo. Para administrar uma alimentação natural ao seu Bulldog Francês, deve primeiro informar-se muito bem sobre quais os alimentos proibidos e quais os que deve sempre incluir na dieta.

Entre as vantagens deste tipo de ração para Bulldog Francês temos:

  • A variedade: podemos variar muito mais no tipo de alimentos que podemos dar ao nosso animal.
  • O aumento dos laços afetivos entre dono e cão.
  • A facilidade na digestão e a melhoria do sabor: a maior quantidade de água presente nos alimentos domésticos torna a digestão mais fácil e torna os alimentos mais cativantes no que diz respeito ao paladar.
  • A garantia de que não há aditivos químicos duvidosos.
  • A diminuição dos odores das fezes e dos gases.

alimentacao naturalAs vantagens são muitas, mas não se pode esquecer que este tipo de alimentação requer muita mais atenção e trabalho da sua parte. Todos os dias tem de preparar a comida do seu animal tendo em consideração os seguintes cuidados:

  • Cozinhar as carnes: nunca deve dar carne crua ao animal.
  • Estar muito bem informado: tem de saber quais os alimentos proibidos e quais as necessidades nutricionais que tem de conseguir cumprir.
  • Não misturar ração com comida caseira: deve optar ou por um ou pelo outro para evitar desequilíbrios, no entanto nada proíbe de darmos ração numa primeira estância e depois dar alimentos caseiros, mas tendo sempre em atenção as doses.
  • Dar uma atenção especial às gorduras: deve ter sempre este fator em consideração por causa da sensibilidade intestinal do seu Frenchie.
  • Não deixar os alimentos ao ar livre por tempo superior a 30 minutos: não deve deixar os alimentos deteriorarem-se. No fundo, deve ter com a ração dele o mesmo cuidado que tem com a sua comida.
ebook guia do bulldog frances